Buscar
  • Moara Brasil

O povo Asurini do Trocará


Os índios Asuriní do Tocantins residem atualmente na Reserva Indígena do Trocará, que se encontra na margem esquerda do rio Tocantins, a 24 kilômetros ao norte de Tucuruí, onde foi construida a Usina Hidrelétrica de Tucuruí.

Os Asurini são da família linguística Tupi-Guarani. A língua asuriní de Tocantins é de extrema fragilidade, pois apenas um grupo pequeno deles com mais de 50 anos ainda tem fluência em sua versão tradicional. Atualmente existe um projeto piloto para a metodologia geral do Inventário Nacional da Diversidade Linguística organizado pelo Laboratório de Línguas Indígenas de Brasília (UNB).

Atualmente o povoado constitui-se de mais de 600 índios, e é uma aldeia bem jovem. Porém a população já esteve reduzida a aproximadamente trinta indivíduos na década de 60.

Em minha visita no início de 2015 a Aldeia, conversei bastante com o Cacique Puraké, e uma grande preocupação dele é com o desaparecimento da sua língua materna. Infelizmente a maioria das crianças e jovens só falam português, apenas os idosos falam a língua Asurini.

"As línguas maternas são o maior patrimônio cultural dos povos indígenas. É através delas que exprimem todo o seu milenar conhecimento, sua cultura, a maneira como se relacionam com o ambiente, seu modo de pensar e agir" ( Contribuições para o inventário da língua asurini do tocantins, 2012)


134 visualizações