natália  matos

Natália é paraense e passou oito anos em São Paulo dividindo-se entre estudos em Canto Popular, Arquitetura, rodas de samba e choro, e shows interpretando Aracy de Almeida, Adoniran e cantoras da Era do Rádio. De volta a Belém, integrou o premiado projeto Terruá Pará e começou a preparar o repertório de seu álbum de estreia, lançado em 2014. Com produção de Guilherme Kastrup e participações de Zeca Baleiro, Rodrigo Campos, Kiko Dinucci e Felipe Cordeiro, o disco “Natália Matos” traz canções inéditas de Dona Onete e Romulo Fróes unindo a estranheza pop de São Paulo com o suingue irresistível do Pará.

 

A sua proximidade com a música é de infância. Vinda de uma família musical e admiradora de música brasileira, estudou piano na Escola de Música da UFPA e mais tarde canto popular na ULM, em São Paulo, onde também se graduou em Arquitetura e Urbanismo, no Mackenzie.  Dentre outros lugares Natália já se apresentou no Festival Recbeat (PE) -ao lado de Mestre Vieira; no projeto Música na estrada pelo interior do Pará; no espetáculo Terruá Pará 2013 (PA/SP); no programa Cantoras do Brasil do Canal Brasil; no Prata da Casa do Sesc Pompeia  (SP) , na Semana Internacional de Música (SP); No Festival Conexão Belém (PA) - ao lado de Dona Onete e com seu próprio show ; na 10ª edição do Festival Se Ragum (PA) e no Festival SÊLA (SP).