Biografia

Moara é artista visual e ativista das causas indígenas da Nação Tupinambá, é natural de Mairi (Belém do Pará). Sua ancestralidade genealógica origina-se da região do baixo Tapajós ( Vila de Boim e Cucurunã ). Atualmente faz parte do coletivo de mulheres artistas paraense MAR, sócia do Colabirinto e vice-presidente da associação multiétnica Wyka Kwara. Radicada em Campinas, é multiplataforma e utiliza: desenho, pintura, colagens, instalações, vídeo-entrevistas, fotografias e literatura. Sua poética percorre cartografias da memória, identidade, ancestralidade, resistência indígena e pensamento anticolonial. Fez parte da residência de artistas do MAM RIO 2021. Ganhou um prêmio do 67º Salão Paranaense do Museu de Arte Contemporânea do Paraná – MAC-PR. Foi finalista do Prêmio Sim de Igualdade Racial, na categoria Arte em Movimento. Recentemente participou de exposição individual na Áustria, em Kunstraum Innsbruck com a exposição “Ressurgences of Amazon, junto com Emerson Uyra. Em 2020 foi selecionada com o projeto  "Museu da Silva" para a 30 edição do Programa de Exposições  CCSP. Participou, com Janaú, da Bienal "Nirin" em Sidney (curador Brook Andrew) com o vídeo da Marcha das Mulheres Indígenas (2019); do Seminário de Histórias Indígenas do MASP (2019); da Exposição “Agosto indígena” (2019) - São Paulo; da Teko Porã, na exp.coletiva “Re-antropofagia” com curadoria de Denilson Baniwa e Pedro Gradella em Niterói - Centro de Artes da UFF (2019). Foi indicada ao Prêmio de Arte e Educação da Revista Select, em 2018, pelo projeto II Bienal do Ouvidor 63, ocorrido na maior ocupação artística de São Paulo.  Recentemente lançou o seu livro “O sonho da Buya-wasú”, da editora Miolo Mole.

-------------------------------------------------------------------------------------

Moara is a visual artist and activist for the indigenous causes of the Tupinambá people and was born in Mairi (Belém do Pará). Her genealogical ancestry originates from the lower Tapajós region (Vila de Boim and Cucurunã). Currently she is a member of the collective of women artists from Pará, “MAR”, member of the collaborative art space “Colabirinto” and vice-president of the multi-ethnic association “Wyka Kwara”. Living in Campinas, she is multiplatform and uses drawing, painting, collages, installations, video interviews, photography, and literature as expressions of art. Her poetics goes through cartographies of memory, identity, ancestry, indigenous resistance, and anti-colonial thought. He was part of the MAM RIO 2021 artists' residency. She won an award in the 67th Paranaense Salon of the Museum of Contemporary Art of Paraná - MAC-PR. She was a finalist for the “Sim Award for Racial Equality”, in the category Art in Movement. She participated in a solo exhibition in Austria, in Kunstraum Innsbruck named "Resurgences of Amazon, together with the artist Emerson Uyra. In 2020 she was selected with the project "Museu da Silva" for the 30th edition of the São Paulo Cultural Center (CCSP) Exhibition Program. She also participated in the following events: the Biennale "Nirin" in Sydney (curated by Brook Andrew) with the artist Janaú presenting a video of the Indigenous Women's March (2019); the Seminar of Indigenous Stories at the Museum of Art of São Paulo - MASP (2019); the Exhibition "Indigenous August" (2019) - São Paulo promoted by “Colabirinto”; the “Teko Porã and Re-antropofagia” collective exhibition curated by Denilson Baniwa and Pedro Gradella in Niterói – Rio de Janeiro - Arts Center of the Fluminense Federal University – UFF (2019). She was nominated for Select Magazine's Art and Education Award in 2018 for the project II Bienal do Ouvidor 63, which took place in São Paulo's largest art occupation, “Ouvidor 63”.  She recently released her book "O sonho da Buya-wasú" (Buya-wasú's dream), by the publisher “Miolo Mole”.

Linha do  tempo

2021

Nov - Último mês de residência no MAM - RIO

Out- Roda de Conversa com Auritha Tabajara, Julie Dorrico, Paolla Vilela sobre a Websérie “Leia Autoras Indígenas”, Sesc Ipiranga na comunidade.

Set - Exposição de retratos de ativistas do meio ambiente para o dia da Amazônia para a campanha “Nós>>o movimento, da Onu Brasil, para a COP26.

Set - Mediação na “Jornada Kariri Xocó”, Oficinas Culturais do Estado de SP - Poiesis.

Set - Palestra “Memória e imaginação na construção de comunidades possíveis”, em SESI Paraná.

Set - Imprensa : A colagem como reafirmação de identidades, na C&América Latina, por Anna Azevedo.

Set - Participação especial no desfile da Surara Moda Indígena e na banda Karuanas - II Marcha das Mulheres Indígenas em Brasília.

Ago - Oficina colagem, identidade e ancestralidade - Oficinas Culturals - Poiesis - SP

Ago - Curadoria - Lançamento da Galeria do Colabirinto - Ação em apoio à Marcha das Mulheres Indígenas.

Ago - Curadoria, produção e Identidade Visual para a Websérie : Leia Autoras Indígenas, no SESC Ipiranga, realizada pelo @leiamulheresindigenas .

Ago - Identidade visual para o cartaz da “Seletivas serasgum” Amazônia Legal.

Ju - Exposição coletiva “Êxodo” - curadoria Casa Lebre - Bragança.

Jul - Programa gratuito de formação em artes visuais - curso “Entreolhares universitários” - “Escola Itaú Cultural.

Jul - Primeira exposição individual internacional “Ressurgences of Amazonia!” em Kunstrauminnsbruck - Innsbruck - Áustria - Curadoria: Marissa Lobo e Ivana Marjanovic.

Jun - Selecionada para o projeto “Museu de Arte de Rua”, com a colagem “Cosmovisão Tupinambá da Amazônia”,  curadoria Magrela.

Jun - Identidade Visual para o “IV MUTAK” - Ancestralidade conectada.

Jun- Selecionada para a Residência PEsquisa em Artes do MAM Rio, junto à Barbara Xavier.

Mai - Exposição digital no Festival Labverde - Série e vídeo “Yuíre”.

Mai - Criação do GEMTI para o primeiro grupo de estudos  “Descolonizando metodologias^pesquisa e povos indígenas, da Linda Smith. GEMTI/Literatura Indígena Contemporânea/Associação Wyka Kwara.

Mai - Lambe Lambe do projeto @artesubstantivofeminino na parede da Gentil Carioca - RJ

Mai - Indicada ao Prêmio Sim da Igualdade Racial 2021 - Arte em Movimento

Mai - Conversa e microcuradoria no Festival Perpendicular.

Mai - Workshop Colagem, Identidade e Ancestralidade - Oficinas Culturais e Poesis Gestão Cultural - SP

Abr - Identidade Visual de cards para instagram para o dia da água no Sesc Thermas. @sesc_termas

Abr - Conversa sobre o livro “O Sonho da Buya Wasu”, no canal “Literatura Indígena Contemporânea”, com Julie Dorrico.

Abr - Identidade visual e participação com mediação no 1o Ciclo do Seminário “Não sou pardo sou indígena”, com participação de Ailton Krenak, na TV Tamuya.

Mar - Exposição digital no site www.mutak.art, no MUTAK - evento indigena do Tapajos . Curadoria Vandria e Leila Borari.

Mar - Conversa - Ancestralidade e Levante indígena nas artes - @desmoldurecast - Belém PA.

Mar - Colagem animação no clipe “Flor de Mururé” do grupo Carimbo Cobra Venenosa - Belém do Pará.

Fev - Curadoria “Terra Indígena Digital” - Espaço Colabirinto - Prêmio Chica da Silva.

Fev - Conversa “Quem pode falar sobre nossos ancestrais?” - Curadora Milena Costa, @adistanciaentrenos

Fev - Projeção da série “Mirasawá” em fachadas de prédio - @mostratuaarte

Fev - Curso “A ocupação de espaços da arte contemporânea por artistas indígenas “ - Adelina Instituto.

Fev - Roda de conversa “Direito à Memória Familiar” - Influências Ancestrais - com Milena Tupinambá e Raquel Tupinambá - @brava.sp

Jan - Roda de Conversa Festival Indígena Cultura Viva - Indígena em contexto urbano. @culturavivacoletivo

Jan/Fev/Mar - Texto crítico “Mostra na pinacoteca é uma reescrita das artes e deve ser vista para além do marco de primeira dedicada às produções indígenas” - com Luciara Ribeiro - Revista Select Ano10, numero 49.

Jan - Ritual memorial Levante Tupinambá - Resistência, memória e narrativas - Forte do Castelo Belém/PA

 

2020

Dez - Grafitaço Jaraguá - Mural em São Paulo - Curadoria Thatha Gregório e Tamikuã Pataxó.

Nov - Mulher artista resiste 2020 - conversa com a artista. Armazem espaço cultural.

Nov - Campanha Milhas pelas vidas das mulheres - rede solidária para o aborto seguro e legal - Arte substantivo feminino.

Nov - Roda de Conversa - A representação da Ancestralidade e Religiosidade Contemporânea nas artes visuais - Nacional Trovoa. SP Foto.

Nov - Conversa com a artista : De artista à curadora, educadora ativista. Armazem Espaço Cultural - Curadoria Juliana Crispe.

Nov - Fotografias e diálogos urgentes - SP ARTE - Viewing Room SP-Foto 2020 - Nacional Trovoa.

Nov - 30a Edição do programa de Exposições CCSP - Mostra 2020.

Nov - Rito de consagração  e acolhimento Tupinambá - III Encontro Ancestral do Tapajós - Cacique Braz Tupinambá.

Out - Exposição “O Retorno à Piratininga” - Solar da Marquesa @saopauloinvisivel . Curadoria Ale Matias.

Out - Contos de Guariba - Criação de Roteiro para quadrinho, ilustração Ty Silva. Itaú Cultural.

Out - Lançamento do livro autoral “O Sonho da Buya Wasú”, Editora Miolo Mole.

Set - Performance + Conversa - Memórias de Tracajá - em Cera Project - Curadoria Inês Valle - Portugal.

Ago - Sesc Convida “Museu da Silva com Moara Brasil” . Conversas visuais.

Ago - Curadoria “I Encontro Futurismos Originários” - Colabirinto.

Jul - Exposição Coletiva Virtual na galeria Choque Cultural, do projeto Armazem, curadora Julliana Crispe.

Març/Jul - Bienal de Sidney, com o vídeo "Kunhã Streng", território nosso corpo, nosso espírito, com co-autoria de Janaú.

Abr - Exposição "De Molho em Casa, projeção de artes em prédios de Belém.

Març - Exposição "O Futuro é Mulher", Galeria Teodoro Braga (Belém do Pará ).

Març - Exposição Ilustra Delas, metrô São Bento.

2019

Nov - Performance "Akimazona" na Residência Artística no Festival Valongo/Santos.

Ago - Lançamentos de produção autoral de zine do coletivo Kuceta Plataforma na Casa Plana - SP.

Ago - Exposição do coletivo @agostoindingea na Wake Virada Sustentável - SP

Ago - Exposição Coletiva Mira, Prazer - SP

Ago - Agosto Indígena (Colabirinto) - SP

Ago - Feira Tijuana - SP e RJ

Jul - Seminário de Histórias Indígenas do MASP, conversa com Brook Andrew. SP

Abr - Expo coletiva “Re-antropofagia” com curadoria de Denilson Baniwa e Pedro Gradella (2019/Niterói- Centro de Artes da UFF)

Março - Março das Manas (Colabirinto) - SP

2018

Dez - Criação do Colabirinto - SP

Out- Curadora do "Sarau das Bixas" no CCJ - SP

Abril a set-  Articuladora e curadora da II Bienal de Artes Ouvidor 63 - SP

Set - Exposição Individual "O que te cura?", na II Bienal de Artes Ouvidor 63. SP

Set - Performance na abertura da II bienal de Artes Ouvidor 63 no Red Bull Station. SP

Fev - Residência Artística no Red Bull Station. SP

2017

Dez - Sarau Visual Ancestral. SP

Mai - Exposição "Plantas não crescem com wifi" na Okupa Ouvidor 63. SP

Fev - Exposição PRATODOS - Garagem Ateliê- SP

Jan - Subsistência "A mulher no Campo de Batalha" - Ocupação Cultural Mateus Santos - SP

Jan - Exposição "Sagrado Feminino" em Belém do Pará.

2016

Set- Articuladora e artista da I Bienal de Artes Ouvidor 63. SP

Dez- Contos de Ameríndio no Hotel Pullman Ibirapuera e Pullman Vila Olímpia (SP)

2015

Ago- Exposição Ameríndios, na Galeria Sala, SP

2014- Exposição Coletiva “Menos 30” na Pinacoteca de São Paulo - SP e na Fundição Progresso do Rio de Janeiro - RJ.  

.